2018 novembro 01 Câmara do Recife debate projeto do judiciário que prioriza julgamento de crimes dolosos contra à vida

Câmara do Recife debate projeto do judiciário que prioriza julgamento de crimes dolosos contra à vida

Câmara do Recife debate projeto do judiciário que prioriza julgamento de crimes dolosos contra à vida

A Câmara dos Vereadores do Recife (CMR) promove, através do mandato do vereador Rinaldo Junior, uma Reunião Pública para debater o “Projeto Plenitude da Tutela da Vida“, que concorre ao Prêmio Innovare. A solenidade acontece na próxima terça-feira (06/11), das 10 às 12h, no Plenarinho da CMR.

Fruto de uma parceria entre o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o Projeto Plenitude da Tutela da Vida, foi criado com o objetivo de priorizar o julgamento dos crimes dolosos contra a vida e está concorrendo ao Prêmio Innovare. O projeto já promoveu 225 júris, maior índice do Brasil, e para 2018 tem como meta atingir 400 júris.

“No Brasil, em 2017, foram mais de 60 mil assassinatos. Pernambuco é um dos estados mais violentos do Brasil, em 2017 foram 5.425 assassinatos. Temos no Projeto Plenitude da Tutela da Vida uma ação inédita e exitosa que precisa ser amplamente discutida e difundida não apenas em nossa cidade, mas no Estado e no Brasil para combater a impunidade e reprimir a violência”, justifica o vereador Rinaldo Junior.

Além de autoridades dos três Poderes, Ministério Público, Instituições da Sociedade Civil Organizada e familiares de vítimas, também foram convidados o juiz da 4ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, Abner Apolinário da Silva, e a Promotora de Justiça da Capital, a Srª Rosemary Souto Maior de Almeida, responsáveis pela apresentação do projeto.

SERVIÇO

Pauta: Reunião Pública para debater o Projeto Plenitude da Tutela

Data: Terça (06/11)

Horário: 10h às 12h

Local: Plenarinho da Câmara Municipal do Recife. Avenida Princesa Isabel, nº 410, Recife.

Author: Rinaldo Junior ASSCOM

Vereador do Recife. Presidente do SIEEC-PE e da Força Sindical-PE.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *