2017 dezembro 07 Câmara do Recife celebra pela primeira vez o Dia Municipal da​​ Economia Solidária, com audiência pública e feirinha na área externa

Câmara do Recife celebra pela primeira vez o Dia Municipal da​​ Economia Solidária, com audiência pública e feirinha na área externa

Câmara do Recife celebra pela primeira vez o Dia Municipal da​​ Economia Solidária, com audiência pública e feirinha na área externa

Com o objetivo de celebrar o primeiro Dia Municipal da Economia Solidária e discutir alternativas de fomento ao setor, o vereador Rinaldo Junior promove uma programação especial, nesta sexta-feira (15/12), na Câmara Municipal do Recife, das 9h às 14h. Além de reunião pública no formato de roda de diálogos, com a temática “Economia Solidária: Perdas, Ganhos e Perspectivas”, em conjunto com o Fórum de Economia Solidaria da Região Metropolitana do Recife. A área externa da Câmara receberá uma feira com produtos produzidos por empreendimentos solidários.

“Hoje acreditamos na economia solidária como uma alternativa ao desemprego, através dos empreendimentos econômicos solidários, pelo trabalho associativo, suas cooperativas, de produção, de crédito, valorização de toda a cadeia produtiva e geração de renda. Por isso criamos o dia municipal da economia solidária no Recife, a ser comemorado pela 1º vez já este ano para sensibilizar a sociedade e as autoridades para este setor” ressaltou o vereador Rinaldo Junior, que também é vice-presidente da frente parlamentar pela economia solidária.

A reunião pública, que acontece das 9h às 13h, no Plenarinho da Câmara Municipal, contará com a participação de representantes das seguintes instituições, que vão compor a mesa de debates. São eles: Conselho Estadual de Economia Solidária (CEES), Comissão CADSOL, Fórum Economia Solidária da Região Metropolitana de Recife (FES RMR), Rede de Educadores, Câmara de Vereadores, Prefeitura do Recife/Gerência Ecosol, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Pernambuco (SRTE-PE), Associação dos Apicultores e Melipicultores (Apime) e Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta).

Já a área externa, no estacionamento da Câmara, reunirá 10 (dez) stands do Espaço de Comercialização da Economia Solidária (ESCOES), onde serão comercializados artesanatos, alimentos, produtos agroecológicos feitos por empreendimentos econômicos solidários.

DIA MUNICIPAL DA ECONOMIA SOLIDÁRIA – Foi incluído oficialmente no calendário da capital pernambucana através de um projeto de lei de autoria do vereador Rinaldo Junior, aprovado pela Câmara e sancionado no primeiro semestre de 2017 pelo Prefeito do Recife.

EMENDA PARLAMENTAR – No último dia 21 de novembro, com aprovação do plenário da Câmara Municipal do Recife, o vereador Rinaldo Junior (PRB) destinou R$ 110 mil, através de emenda parlamentar, na Lei Orçamentária Anual (LOA), para o fomento à economia popular e solidária na capital pernambucana. O recurso será destinado para a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (SDSMA). Na emenda MODIFICATIVA, o parlamentar indicou que o recurso seja utilizado na implantação dos Espaços de Comercialização da Economia Solidária (ESCOES).

“Este recurso tem por finalidade, atender uma reivindicação antiga do movimento de economia solidária de Recife e Região Metropolitana, a criação do ESCOES. A proposta é que seja colocado pelo menos um CONTAINER por RPA, onde neles serão comercializados diversos produtos: de artesanatos, alimentos, serviços, cultura, dentre outros. Será algo inovador e pioneiro para o Recife e o Estado. Isto ajudará muito os empreendimentos solidários, pois vai gerar renda para suas famílias” ressaltou o vereador.

 

SERVIÇO – Evento em comemoração ao Dia Municipal da Economia Solidária

Dia: Sexta-feira (15/12)

Horário: 9h às 14h

Local: Câmara Municipal do Recife

 

PROGRAMAÇÃO

PLENARINHO

9h – Mesa abertura

10h – Roda de Diálogo com o tema “Economia Solidária: Perdas, Ganhos e Perspectivas”. Mediadores: Rafaele Nunes  e Maurivan Tenório

12h – Considerações finais

12h30 – Encerramento

ÁREA EXTERNA

Das 9h às 12h – Espaço de Comercialização da Economia Solidária (ESCOES). Dez barracas com produtos dos empreendimentos econômicos solidários de artesanatos, alimentação, agroecológicos, cultura, serviços.

ATRAÇÕES CULTURAIS

Banda Lignina

Recitação de Poesias – Professora e autora Fátima Soares.
conviteecoes-site

Author: Rinaldo Junior ASSCOM

Vereador do Recife. Presidente do SIEEC-PE e da Força Sindical-PE.

One Comment

  1. Uma ótima oportunidade para os empreendimentos e para o crescimento da Economia Solidária
    A socidade terá uma visão ampla que a Economia Solidária, não é só um título, mas uma prática , onde se aprende a valorizar e preservar o ser humano e o ambiente onde vivemos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *